Minha natureza

Andando por estas ruas tão comuns pra mim, às vezes me pego pensando como era tudo antes da minha espécie habitar este lugar.

Tantos prédios por aqui. Eles vão chegando devagar e parecem estabelecer uma disputa. Um maior que o outro, mais brilhante, mais fino, mais sofisticado.

Eu gosto de imaginar como seria esse lugar sem interferências. Gosto de imaginar quantas nascentes teriam aqui, quantas árvores, quantos frutos…

Em meus pensamentos desejo ser uma borboleta. Visitar esse lugar que agora só existe na minha imaginação. Nascentes, pássaros, frutos, harmonia, paz.

Eu reconheço que estou tentando me conectar com a minha mais pura natureza. A natureza de paz e aceitação. Eu sei que ela está em algum lugar dentro de mim. Então respiro lentamente e me sinto conectada com o universo. Ele diz: tudo é perfeito! E eu, acredito!♥

20170210_135432.jpg

Anúncios

Meu encontro

O yoga pra mim é um encontro. Um encontro comigo mesma, que me permite uma avaliação do meu estado de espírito e da minha paz interior.

Ao decorrer da prática as interferências externas já não podem ser mais ouvidas e o único som é o da respiração.

Aos poucos vou percebendo que os anseios e medos são armadilhas do ego criadas para que estejamos sempre infelizes com presente, fazendo projeções de um futuro que não existe. Vou me livrando disso, deixando ilusões de lado e tendo em mente uma certeza: sou perfeita e completa, tudo que preciso está dentro de mim!

IMG_20170228_193940_246

Arraial, o segundo ponto turístico mais visitado do Brasil

O passeio de barco de Arraial do Cabo é a segunda atração turística mais visitada do Brasil, ficando atrás apenas do Cristo Redentor.

Arraial do Cabo fica localizado na porção leste do Rio de Janeiro situado a 160 km da capital e a 13 km de Cabo Frio. É compreendido por varias praias, o que explica a grande presença de turistas.

O passeio de barco de Arraial do Cabo é bem famoso e dura aproximadamente quatro horas. Com direito a parada para mergulho e para banhos nas praias lindas de água azul cristalina.

IMG_2361

Vários pontos são visitados como: O Farol mais antigo, a Praia mais perfeita do Brasil, Gruta Azul, Prainhas do Atalaia, Gruta de Nossa Senhora e Bar Flutuante.

Cada local visitado possui uma riqueza natural e histórico/cultural que é de arrepiar. É lindo perceber como a natureza é perfeita e como somos privilegiados de poder desfrutar de tamanha beleza.

IMG_2522.JPG

Para evitar impactos na fauna e flora local os barcos são proibidos de atracar próximo as praias, e por esse motivo utiliza-se uma lancha para chegar até a mesma, ou pode ir nadando mesmo (meu caso).

IMG_2362

Todos os pontos são lindos, mas o que me chamou mais atenção foi parar exatamente em cima de onde o barco inglês naufragou. Este local possui enorme riqueza histórica. As Prainhas do Atalaia também não ficam pra trás, são lindas, as mais lindas que já conheci. Possuem uma água azul cristalina e areia branca, um paraíso.

Neste passeio é possível conhecer a Praia titulada como a mais perfeita do Brasil. A mesma não possui beleza cênica semelhante as outras, porém ganhou este título por possuir um ecossistema bastante equilibrando. PH, temperatura e cadeia alimentar são aspectos que determinaram o quão saudável está o ambiente.

Enfim, o passeio é impressionante e recomendo a todos que são apaixonados pelas belezas naturais e que querem ser surpreendidos com a beleza exuberante do nosso país.

Mais fotos dessa lindeza de lugar:

2015Jan13 - Cara do Macaco - Passeio Barco Arraial do Cabo

Pedra do Macaco

IMG_2552

Gruta Azul

IMG_2365

Prainhas do Atalaia

10917302_773279469415557_5339017197066948003_n

Prainhas do Atalaia

 

A vida no Universo

1397903_619794281467554_6754147619552537153_o

Super lua – 10.Ago.2014 – Lenison Polidoro

O planeta Terra possui 4,7 bilhões de anos e em todo esse tempo foi acometido por diversas eras geológicas. Simplificadamente dizendo, o tempo geológico é o tempo que a natureza necessita para realizar todas as suas atividades, sendo que o tempo cronológico foi criado pelos humanos e se desdobra em horas, dias, meses e anos.

O sistema solar é constituído por diversos planetas, dentre eles o planeta Terra. Estes juntamente com um amplo conjunto de estrelas, gases e poeiras astrais formam as galáxias. Cientistas estimam que o universo possua cerca de 175 bilhões de galáxias, das quais possuem mais de 10 sextilhões de estrelas. É muuuita coisa!

Se os 4,7 bilhões de anos fosse um dia de 24 horas os humanos teriam nascido nos últimos 3 segundos. Adoro essa comparação e acho super importante lembrarmos disso quando achamos que sabemos tudo e que esse universo foi criado especialmente pra nós.

Imaginar o universo com toda essa complexidade nos faz perceber o quão pequenos e frágeis somos. Nosso tempo aqui é muito curto e jamais conseguiremos responder todas as perguntas que nós nos fazemos acerca da nossa existência.

Os ensinamentos de geologia são grandes, e só posso concluir que somos pequenos, muito frágeis, não somos os únicos em todo esse universo, mas mesmo assim não deixamos de ser privilegiados. Podemos praticar a gratidão diariamente e como presente receber a alegria. A vida é rara, é milagre, é mistério, é resposta, mas também pergunta e é linda de toda a sua forma.

12052468_861519280628270_1755032343457330919_o

Eclipse Lunar – 27.set.2015 – Lenison Polidoro

Para refletir mais sobre a raridade da vida:

A leveza das crianças

InstagramCapture_77fef5a2-3c71-4094-8b8f-fc267d0f23ed

Os amores da dindinha!

Sempre tive muito amor pelos pequenos, desde novinha ficava rodeando os bebês recém-nascidos da família ou de conhecidos. Sempre gostei de estar próxima destas criaturas tão puras e verdadeiras, nunca perdia uma oportunidade de carregar um neném no colo ou de acompanhar as rotinas diárias deles, como o momento de trocar as fraudas, tomar mamadeira e coisas do tipo.

Esse amor que nasceu em mim permitiu que eu fosse mais próxima de duas criancinhas lindas e abençoadas que tanto amo. Ganhei duas afilhadinhas e o amor por esses seres só foram aumentando, principalmente por conhecer ainda mais a leveza e a alegria que uma criança pode nos proporcionar.

Minhas “bebezas” (como gosto de chamá-las) um dia vão crescer e sei que vão  preferir fazer mil coisas a ir na casa da “dindinha”. Mas isso não é empecilho para que eu me dedique a elas com tanto carinho nos momentos que estamos juntas. O que realmente importa pra mim é que elas sempre serão minhas meninas!

Não vamos mais brincar de “pude” e nem de fazer massinha. Não vai ter correria pela casa nas brincadeiras de pique-esconde e nem terão tantos diálogos entre um desenho e outro, né Sosô?!

Mas o que realmente importa é que moramos uma na outra. Nossos momentos se transformam sempre em um sorriso sincero e verdadeiro que quero ter pra sempre em mim.

E é assim que vamos levando essa brincadeira de madrinha e afilhada. Eu fingindo que posso ensinar algo, mas na verdade aprendendo tudo.

Como é bom ter uma criança…
Em seu esplendor!
Seja como for.
Não pode faltar amor!
Senão ficam tristes descolorindo
Seu mundo de sonhos.
Sonhos: sonhados,
Não percebidos por sua inocência.
A criança. A vida. A candura…
A ternura de ser inocente
Compara-se ao bailar das folhas
Tocadas pelo vento…
Ao nascer do sol, ao brilho das estrelas,
No desabrochar das flores – um rebento!
Impetuoso perfume da vida…
No sabor dos doces, mesclados de carinho.
Tê-las ou não tê-las no seu ninho?
Um sorriso divino – valioso tesouro,
Renova a esperança – inspira confiança!

 Mary Jun

Amor: sentimento ou escolha?

fb_20160406_16_53_18_saved_picture

Desde muito cedo fui ensinada que amor não é um sentimento e sim uma escolha! Seja pelas influências religiosas ou não, cresci acreditando veementemente nisso. Fazia questão de disseminar a minha visão sobre o amor para outras pessoas e sempre busquei referências para isso.

Foi nas publicações religiosas que encontrei meu maior amparo para sustentar tal teoria.

Era recorrente ler e reler um conto chinês presente em livre de um padre que contava a seguinte história:

Um jovem  foi visitar um sábio conselheiro e lhe falou sobre as dúvidas que tinha a respeito de seus sentimentos por uma bela moça.
O sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhe apenas uma coisa: “Ame-a”.
E logo calou-se.
O rapaz, insatisfeito, acrescentou: “Mas ainda tenho dúvidas…”
Novamente, o sábio lhe disse: “Ame-a”.
E diante do desconcerto do jovem, depois de um breve silêncio, continuou:
Meu filho, amar é uma decisão, não um sentimento. Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor. O amor é um exercício de jardinagem. Arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excesso de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame, ou seja, aceite, valorize, respeite, dê afeto, ternura, admire e compreenda. Simplesmente: Ame! A vida sem AMOR… não tem sentido.

Mas foi preciso tempo para que os entendimentos sobre o amor fossem ficando mais claros dentro de mim. Hoje não vejo o amor como algo que pode ser aprendido, como quase tudo nessa vida. O amor simplesmente acontece. Ele simplesmente é. E quando acontece se mostra livre, espontâneo e sem padrões.

Nessa historia toda, a única coisa que se pode escolher é quem vai estar ao nosso lado. Podemos escolher estar com uma pessoa que ainda não amamos, mas com o tempo se a admiração crescer é certo que o amor se manifestará. Mas também podemos escolher estar com alguém que acreditamos amar, e com o tempo vamos percebendo que podemos ter todos os sentimentos pela pessoa, menos amor.

O amor não precisa ser recíproco pra acontecer, pois o verdadeiro amor não depende disso. Pode-se amar a distância, no silêncio, sem possuir o outro, porque somente a necessidade de posse já descaracteriza a verdadeira face do amor. Ele pode se demonstrar de tantas formas, porque ele não escolheu ter formato de coração, na verdade ele escolheu viver sem formato, sem padrão e sem amarras.

Para acalmar a mente e o coração

1461137_564426816967491_1909723370_n

Gosto muito das mensagens de Chico Xavier. Todas de maneira geral pregam a paz, o amor e solidariedade. Em especial gosto muito da que venho trazer hoje, porque sinto que ela acalma a mente e o coração, nos mostrando como as nossas atitudes podem ser nossas aliadas para relacionamento um bom conosco e com os outros.

O que eu tenho não me pertence, embora faça parte de mim. Tudo o que sou me foi um dia emprestado pelo Criador para que eu possa dividir com aqueles que entram na minha vida. Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão. Há muito o que dar e o que receber; há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas. Tente ver as coisas negativas que acontecem com você como algo que aconteceu por uma razão precisa.
E não se lamente pelo ocorrido; além de não servir de nada reclamar, isso vai te vendar os olhos, dificultando assim, continuar seu caminho. Quando não conseguimos tirar da cabeça que alguém nos feriu, estamos somente reavivando a ferida, tornando-a muitas vezes bem maior do que era no início. Nem sempre as pessoas nos ferem voluntariamente. Muitas vezes somos nós que nos sentimos feridos e a pessoa nem mesmo percebeu; e nos sentimos decepcionados porque aquela pessoa não correspondeu às nossas expectativas. E sabemos lá quais eram as nossas expectativas? Decepcionamo-nos e decepcionamos outras pessoas também. Mas, claro, é bem mais fácil pensar nas coisas que nos atingem. Quando alguém te disser que te magoou sem intenção, acredite nela! Vai te fazer bem. Assim, talvez, ela poderá entender quando você, sinceramente, disser que “foi sem querer”. Dê de você mesmo o quanto puder! Sabe, quando você se for, a única coisa que vai deixar é a lembrança do que fez aqui. Seja bom, tente dar sempre o primeiro passo para a reconciliação, nunca negue uma ajuda ao seu alcance, perdoe e dê de você mesmo. Seja uma bênção a todos que o cercam! Deus não vem em pessoa para abençoar, Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão. Todos nós podemos ser Anjos. A eternidade está em nossas mãos. Viva de maneira honrada, para que quando envelhecer, você possa falar só coisas boas do passado e sentir assim, prazer uma segunda vez … e ter a certeza de que quando você se for, muito de você ainda fique naqueles que tiveram a boa ventura de te encontrar.